Por Erika Yamamoto – Jornal da USP, em 13/12/2018. 

No dia 12 de dezembro, dirigentes, pesquisadores e servidores que atuam na área de museus e acervos universitários participaram do Encontro Preparatório para retomada da Semana de Museus da USP.

O evento foi organizado pela Assessoria Técnica para Museus e Acervos (Gabinete da Reitoria); Museu de Anatomia Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ); e Centro de Preservação Cultural (CPC) da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária. O objetivo foi discutir a realização da Semana de Museus da USP no segundo semestre de 2019, em conjunto com o Simpósio Internacional de Pesquisa em Museologia, do Programa de Pós-Graduação Interunidades em Museologia.

A ideia surgiu da necessidade de engajamento e protagonismo da comunidade USP na preservação e divulgação do patrimônio museológico universitário, e na importância da articulação entre os diferentes tipos de museus, coleções de unidades, centros de divulgação científica e cultural, programas acadêmicos diretamente relacionados à área de museus e patrimônio.

O vice-reitor Antonio Carlos Hernandes ressaltou a importância de garantir a autonomia acadêmica na gestão de museus e acervos da USP e a responsabilidade de sua manutenção. “Espero que consigamos avançar nas discussões, não só no sentido de modernizar e melhorar a maneira como desempenhamos nossas atividades como também no compartilhamento de gestão, de ações e de ideias. Assim esperamos ter relacionamento cada vez mais intenso com a sociedade”, afirmou Hernandes.

Um dos resultados do encontro foi a proposta de criação de um Grupo de Trabalho que deverá discutir o novo formato e estratégias para o planejamento da Semana de Museus da USP, desde a definição do tema, estrutura organizacional, recursos orçamentários até a forma de execução.

Semana de Museus da USP

A primeira Semana de Museus foi concebida em 1999, pela então Comissão do Patrimônio Cultural, que deu origem ao atual Centro de Preservação Cultural (CPC) da USP, com o objetivo de promover o debate público sobre temas relativos ao cotidiano dos museus, chamar a atenção do público para essas entidades e propiciar o intercâmbio entre a comunidade especializada.

A Semana tornou-se um fórum representativo comum aos museus da USP e mostrou-se capaz de levantar plataformas mais amplas para a área dos museus, atraindo participantes não apenas de São Paulo, mas também de outros Estados. Ao todo foram realizadas sete edições do evento, sendo que a última aconteceu em 2009.

Como instituições multifacetadas e importante vetor de integração universidade-sociedade, os museus universitários são guardiões de um inestimável patrimônio científico e cultural, ministram disciplinas de graduação e pós-graduação, coordenam cursos de pós-graduação interunidades e realizam pesquisa científica. Atuam na extensão universitária por meio de exposições e ampla programação educativa e cultural e na divulgação do patrimônio científico e cultural da USP para diferentes públicos, tendo em vista o potencial de desenvolver o conhecimento crítico e fortalecer os sentimentos de identidade e cidadania.